Trans Verso



BRASIL, Mulher, Portuguese, Cinema e vídeo, Arte e cultura, Livros, Viagem, Praia, Cachoeira, Trilha
MSN - mpoesia@hotmail.com
border=0
 
   Arquivos

     
    border=0
    Outros sites

     PERSONARE
     CLIMATEMPO
     SENTIDO
     GULODICE
     FABIANA BORGIA
     Veja o Mapa Astral do Dia
     UOL - O melhor conteúdo
     Elaine Bertone
    meu facebook
     Nany Pet Sitter - A babá do seu pet


    Votação
    Dê uma nota para meu blog



    border=0
     


    REENCONTRO!

    Por Elaine Bertone

    Certa vez alguém me disse, que todo encontro fulminante, não é um mero encontro, mas um reencontro! Eu acredito.  É assim que me sinto cada vez que vejo o mar...                               

    Meu signo é o  caranguejo,  designação comum às espécies de crustáceos.   O caranguejo  terrestre ou aquático, marinho ou de água doce, vive, na maioria, na toca em que  ele  mesmo escava.   Sendo  assim, eu posso dizer que estou muito feliz com a toca que eu cavei pra mim.  Na verdade,  como é que alguém se sente quando realiza um sonho? Feliz, simplesmente assim?  E, quem  disse que a felicidade é simples...?    Deixe- me fazer  entender, quando fazemos um passeio maravilhoso, quando saboreamos uma deliciosa comida ou degustamos um ótimo vinho, experimentamos o que chamamos de satisfação, prazer  ou  momentos felizes... Mas, quando temos essa sensação e ela não se acaba ?  Fechamos os olhos e ao acordarmos ainda nos pegamos felizes,  isso é incomum,  não é mesmo? Percebo que a magia se renovou , não é simplesmente mais  um dia como outro qualquer, estou vivendo um sonho ou  realizando algo que me mantém conectata com a felicidade...  Sim, estou me dando conta que  encontrei  um atalho  que me possibilitou  fugir do  trivial ou do lugar comum.   Normalmente eu sou uma pessoa feliz, grata por tudo o que tenho ou que faz parte do meu universo particular, mas devo admitir que estou  num momento de graça!  Não sei  se essa  sensação  vai me deixar  algum dia ou em  segundos,  só sei que  estou plena por estar aqui!  Da  sacada da minha nova toca,  eu vejo  o mar  e  lá embaixo, ele me sussura  continuadamente:   que bom te ver! que bom te ver...



    Escrito por Elaine Bertone às 17h09
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
    border=0